Feeds:
Posts
Comentários

Archive for setembro \29\UTC 2012

As inscrições estão abertas para o II Concurso de Contos

“O espírito do Natal em Evidência”!

Os mais belos sentimentos e os mais profundos valores têm, mais uma vez, a oportunidade de serem transfigurados em arte por meio da literatura.

Participe!

Acesse o regulamento abaixo:

Regulamento 2012

Anexo A 2012

Anexo B 2012

Anúncios

Read Full Post »

Continent, city, country, society:
the choice is never wide and never free.
And here, or there…No. Should we have stayed at home,
wherever that may be?

Elizabeth Bishop

Neste mês de setembro, a seção “Arte é” da Revista Evidência aborda os feitos poéticos da escritora norte-americana Elizabeth Bishop, que deixou, ao longo do século XX, um legado literário repleto de plasticidade  e simbolismo.Viajante do tempo e do espaço, Bishop foi uma mulher solitária e à frente de seu tempo, ultrapassano padrões e preconceitos.

Sua história esteve, por vários anos,  conectada aos espaços brasileiros,  em especial os do Rio de Janeiro, fato que pode ser observado em muitos de seus poemas. Como tradutora, verteu para a língua inglesa poemas de Carlos Drummond de Andrade, João Cabral de Melo Neto, Manuel Bandeira e Vinicius de Moraes.

Dentre suas principais obras, estão North & South (1946), Questions of travel (1965) e Geography III (1976 – livros quetem como matriz comum a preocupação com os espaços íntimos e externos, noturnos e diurnos, imaginários e reais.

Rain towards morning
The great light cage has broken up in the air,
freeing, I think, about a million birds
whose wild ascending shadows will not be back,
and all the wires come falling down.
No cage, no frightening birds; the rain
is brightening now. The face is pale
that tried the puzzle of their prison
and solved it with an unexpected kiss,
whose freckled unsuspected hands alit. 
Elizabeth Bishop

Read Full Post »